Você sabe quais são as características das pessoas criativas?

Se você leu o título e já pensou que eu fosse falar sobre a personalidade de grandes artistas ou algo do tipo, sinto lhe informar, mas não trabalhamos com estereótipos aqui. 🤯😆 Esse artigo, aliás, é exatamente para explicar essa história de que uma pessoa só é criativa se trabalhar com artes ou for extremamente extrovertida. Os criativos estão por todas as partes, prontos para enriquecer o mundo com suas ideias. Inclusive, você é um deles. Tem dúvidas? Acompanhe meu raciocínio! 

De acordo com Keith Sawyer, Psicólogo, Pesquisador e autor de Zig Zag: The Surprising Path to Greater Creativity, qualquer um tem o potencial de ser mais criativo. Eu não tenho dúvidas. É natural que o tipo e o grau de criatividade variem de uma pessoa para outra, mas de maneira geral, a habilidade está em todos os seres humanos. Pessoas criativas identificam novas possibilidades em todos os lugares e situações, têm o hábito de questionar e buscam por sensações, ideias, emoções e situações novas. Aposto que você, mesmo sem perceber, faz isso nos seus dias. Se não faz, pode ser que esteja dando pouca atenção à sua capacidade criativa.  

O que costuma acontecer é que as pessoas entendem como seres criativos apenas aqueles que estão envolvidos em atividades artísticas e ignoram tudo o que não está envolvido nisso, mas isso é um mito que precisa ser quebrado. Uma pessoa analítica é capaz de ser criativa ao fazer uma análise detalhada e sugerir soluções; um administrador que precisa resolver problemas gerenciais também pode usar sua criatividade; um produtor de conteúdo que quer se diferenciar de outros criadores deve usar sua capacidade de imaginar para isso. A criatividade não está atrelada a uma profissão, classe social, gênero e nem nada do tipo, está associada a capacidade de imaginar, e isso todos podemos fazer.

Dito isso, vou responder: sabe como eu identifico uma pessoa criativa? 

Apenas olho para quem está ao meu lado e seu de todo seu potencial de criação. 

Como se tornar uma pessoa ainda mais criativa?

Pode ser que você não se sinta a pessoa mais criativa do mundo. Tudo bem! O processo de desenvolvimento e reconhecimento da criatividade é diário e envolve práticas, estudos e o compromisso de exercitar o potencial criativo. Por isso, se você ainda não acredita que tem essa habilidade, recomendo que você procure maneiras de estimular as novas ideias. 

Desde que criei o Canal Big Bag, tenho um objetivo claro na minha cabeça: preciso levar a mágica da criatividade que tive a oportunidade de conhecer para o resto do mundo. Hoje, trouxe duas dicas que seguem ajudando no meu desenvolvimento criativo e que tenho certeza que vão incendiar suas ideias! 

  • Aumente sua base de conhecimentos 

Conhecer o máximo de coisas que puder é uma vantagem quando falamos sobre criatividade. Um dos valores inegociáveis do Big Bag é APRENDER MELHOR PARA CRIAR MELHOR, porque quanto mais experiência você tem, mais material para combinações você consegue extrair. Faz sentido na sua cabeça?

Você não precisa se prender a uma área de conhecimento, aliás, nem deve! A mente criativa explora tudo o que a fascina e isso enriquece as ideias. Você pode trabalhar com informática, mas pode ler livros de biologia, assistir documentários de jornalismo, fazer cursos livres de bordado e o que mais der na telha. Um criativo nunca está satisfeito. Ele busca sempre mais e é exatamente isso que torna suas ideias tão fáceis e diferenciadas! 

  • Encare os desafios como oportunidades e não como problemas

Quando alguma coisa dá errado, você reclama com a vida ou procura uma outra forma de resolver? Se a resposta estiver mais próxima da primeira opção, vamos combinar de fazer diferente. Viver uma vida criativa implica em perceber todas as possibilidades que existem em um acontecimento. A banda Forfun (saudades!) tem um trecho que diz “Se nem sempre o planejado sai como esperado, é só uma chance pra enxergar o outro lado”, é mais ou menos por aí que a banda deve tocar. 

As pessoas criativas estão sempre à procura de novas soluções. Seja qual for a área de atuação ou o contexto em que está inserida, o foco é resolver problemas com o que conhecemos, mas de forma inesperada. Você pode praticar esse exercício todos os dias, alimentando sua curiosidade e evitando caminhos prontos.  

Criatividade não tem a ver com criar uma pintura, um romance ou uma casa, mas com criar a si próprio, criar um futuro melhor e aproveitar as oportunidades que você está perdendo atualmente. Reconheça sua capacidade de ser criativo e siga desenvolvendo suas habilidades.

O mundo é seu e a criatividade é a sua ferramenta de batalha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *