fbpx

Por que a criatividade é essencial para os negócios?

Muitas pessoas têm uma visão romântica da criatividade e seus impactos na vida, como se ela fosse uma luz que acende na cabeça dos artistas escolhidos pelo universo. A verdade é que ela é realmente mágica, mas é um tipo de magia que acontece a todo instante, com qualquer um e em qualquer lugar, inclusive nas empresas. 

Tem uma frase que diz “qualidade é o melhor plano de negócios”, vou ser ousada e criar minha versão: criatividade e qualidade formam o melhor plano de negócios. Esses dois pilares são a base para qualquer coisa. Se uma empresa quer se consolidar no mercado, precisa garantir que consegue ser criativa e excelente antes de pensar no que pretende fazer.

Na falta da qualidade, você terá uma péssima reputação a longo prazo e na falta da criatividade, você dificilmente passará do primeiro obstáculo, ou seja, não terá nem a oportunidade de criar uma história longa. 

Para um negócio se manter lucrativo, é fundamental que consiga se adaptar e acompanhar as mudanças no mercado. Além disso, saber contornar os obstáculos e enfrentar os desafios também é importante. E aí, como fazer isso? Sendo criativo! A criatividade também proporciona a humildade necessária para uma boa gestão. 

Só quando admitimos saber algo é que podemos aprender

Esse conceito é parte da vida de uma pessoa criativa e, na minha opinião, é o que mantém as empresas saudáveis. Falando sobre o público interno, se você consegue admitir que não sabe executar uma tarefa, um mentor ou colaborador mais experiente pode ajudar. Na relação da marca com a audiência, a empresa é capaz de admitir que ainda não sabe tudo sobre o público-alvo e pode aprender com ele quais são seus maiores desejos e dificuldades. Bom, só com este parágrafo eu poderia resumir a importância da criatividade para o desenvolvimento das empresas, mas tenho outras coisas pra contar! 

2 boas razões para você acreditar que a criatividade fundamental para a sobrevivência dos negócios

Negócios são sobre pessoas e pessoas mudam a todo instante

A visão criativa te dá a sensibilidade necessária para gerenciar uma equipe comprometida com a empresa. Edwin Catmull, no livro Criatividade S.A, fala que o modelo de negócio da Pixar tem como objetivo a contratação das pessoas certas. “Até hoje continuamos ajustando isso, mas as metas subjacentes permanecem as mesmas: encontrar, desenvolver e apoiar boas pessoas, e elas, por suas vez, irão descobrir, desenvolver e possuir boas ideias“. A liderança criativa entende que tudo é e sempre será sobre seres humanos, não ter essa visão pode trazer prejuízos no futuro. 

Uma vez que a empresa constrói uma cultura criativa, ela ativa o senso de oportunidade e isso gera crescimento. Um time criativo sabe identificar onde existe um espaço para inovar. Além de estar envolvido de coração com cada tarefa, ele tem cabeças abertas para o novo, para as expectativas do consumidor e qual a melhor maneira de atendê-lo. Isso é a veia da inovação, fundamental para manter a presença em um mercado tão volátil quanto o atual.

Sem criatividade é impossível lidar com as frustrações e problemas que surgem pelo caminho

Sabe aquela motivação para seguir adiante, mesmo quando tudo diz que não? É fruto da criatividade e da capacidade de questionamento que existe nela – a dúvida é a chave para libertar novas ideias. Empresas não criativas tentam evitar perguntas a todo momento, porque o foco é em executar e vender. Se a criatividade é parte do negócio, existe espaço para investigação. Mesmo que isso ocorra de forma tímida, como um gestor que questiona se o script de vendas está realmente bom ao invés de criticar o vendedor por não vender, já existe espaço para a solução criativa que vem a partir da pergunta inicial. 

Duvidar -> errar ->  fracassar. Essa é a melhor e única forma que uma empresa tem de progredir, mas para tudo isso, é preciso coragem e consciência de que os erros vão acontecer, é inevitável. A magia está no fato de que com um bocado de criatividade você consegue tornar a caminhada mais fácil. Se uma empresa está passando por dificuldades, mas tem a criatividade como um valor inegociável, em algum momento encontrará a ideia de ouro pelos corredores. Pode ser no bebedouro, na hora do café, enquanto bate o ponto ou no home office, o lugar não importa, quando a inspiração é bem-vinda, ela sempre chega! 

A cultura criativa é um dos ativos mais importantes para manter um negócio funcionando bem! 

3 pensamentos para gerenciar uma cultura criativa retirados do livro Criatividade S.A

Não confunda o processo com a meta. Trabalhar em nossos processos para torná-los melhores, mais fáceis e mais eficientes é uma atividade indispensável e algo em que devemos trabalhar continuamente – mas não é a meta. Tornar excelente o produto ou serviço é a meta. 

Não espere até que as coisas estejam perfeitas para comunicá-las aos outros. Mostre logo e com frequência. Elas estarão bem quando chegarmos lá, mas não durante o caminho. É assim que deve ser. 

Não caia na ilusão de que, evitando erros, você não terá erros para corrigir. Na verdade, o custo para evitar erros costuma ser muito maior do que o custo de corrigi-los. 

Acredito que o segredo para aplicar a criatividade na realidade das empresas está em usar nossas qualificações e conhecimento para inventar novos caminhos. Aliás, essa é a mágica da criatividade na vida pessoal também! Quando você entende suas habilidades e trabalha para fazer algo melhor com elas, tudo ao redor é transformado. Buscar a criatividade sempre vale a pena <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *